Você é um Professor digital?


Na foto acima, o professor Suez confronta a velha “papeleta de notas” com a moderna planilha de notas eletrônicas em um projeto de informatização desenvolvido na EE Neuza Maria Nazatto de Carvalho.Quando comecei a escrever sobre informática educacional, lá pelos idos de 1998, me lembro que meu primeiro artigo abordava a importância do uso dos computadores como ferramenta de ensino-aprendizagem. Nele, eu tentava mostrar que os computadores e a Internet poderiam ser ferramentas poderosas para pesquisa, aprendizagem, interatividade e autoria.

Na foto ao lado, o professor Suez confronta a velha “papeleta de notas” com a moderna planilha de notas eletrônicas em um projeto de informatização desenvolvido na EE Neuza Maria Nazatto de Carvalho.

De lá para cá muita coisa mudou no mundo da informática e dos computadores. Mas, no âmbito da escola, notamos um descompasso entre o ritmo da evolução tecnológica e o da evolução de nossos processos educacionais. O que, de certa forma, sabemos que não é novidade para ninguém: a escola implementa mudanças de uma forma mais lenta, ainda que, paradoxalmente, seja uma instituição que se propõe a ser um fator gerador de mudanças. É por isso que os professores devem considerar as oficinas de capacitação para o uso pedagógico dos computadores e da Internet como oportunidades valiosas de aprendizagem de novas metodologias e técnicas de ensino-aprendizagem.

Mas só isso não basta. É preciso mais. Já não basta perder o medo do computador. É preciso saber para que ele serve se pretendemos fazer bom uso da máquina. Professores que só usaram computadores para bater papo na Internet, jogar games ou, quando muito, digitar um texto mal formatado no Word, estão deixando de aproveitar a chance de serem verdadeiros “professores digitais”.

Na rede pública de ensino há ainda uma demanda enorme de computadores para equipar centenas de escolas que não dispõem de uma Sala de Informática funcional. Em outras tantas escolas os computadores já estão ultrapassados e não dão mais conta de rodarem sistemas operacionais modernos ou mesmo de lidar com a Internet midiática atual. É preciso suprir essas demandas. As máquinas mudaram, o mundo mudou, embora na maior parte das escolas os professores continuem quase os mesmos. Mas é preciso fazer também, e urgentemente, um “upgrade nos professores” e não apenas nas Salas de Informática. Precisamos de “professores digitais”.

Um professor digital é aquele que possui habilidades para fazer um bom uso do computadores para ele mesmo e, por extensão, é capaz de usá-lo de forma produtiva com seus alunos.

As “habilidades” que listarei a seguir podem ser discutíveis e em número limitado. Arrisco-me, no entanto, a afirmar que quantas mais forem as habilidades possuídas, mais perto se chegará do perfil de um professor digital. Vejamos>

1. Possuir um endereço de e-mail e utilizá-lo pelo menos duas vezes por semana (o ideal seria fazê-lo diariamente);

2. Possuir um blog, um site ou uma página atualizável na Internet onde regularmente se produz, socializa e se confronta seu conhecimento com outras pessoas;

3. Participar ativamente de um ou mais “grupos de discussão”, fórum ou comunidade virtual ligada à sua atividade educacional;

4. Possuir algum programa de troca de mensagens on-line, como o MSN, com, no mínimo, dois colegas de profissão em sua “lista de contatos” e usá-lo para fins profissionais pelo menos uma vez por semana, em média;

5. Assinar algum periódico on-line (mesmo que gratuito) sobre notícias e novidades relacionadas à educação ou à sua disciplina específica, e lê-lo regularmente;

6. Preparar rotineiramente provas, resumos, tabelas, roteiros e materiais didáticos diversos usando um processador de textos (como o Word, por exemplo), uma planilha eletrônica (como o Excel) ou um programa de apresentações multimídia (como o PowerPoint);

7. Fazer pesquisa na Internet regularmente com vistas à preparação de suas aulas (no mínimo) e, preferencialmente, manter um banco de dados de sites úteis para sua disciplina e para a educação em geral. Melhor ainda seria compartilhar esse banco de dados com colegas e alunos;

8. Preparar pelo menos uma aula por bimestre sobre um tema de sua disciplina onde os alunos usarão os computadores e a Sala de Informática de forma produtiva e não apenas para “matar o tempo”;

9. Manter contato com o computador por, pelo menos, uma hora diária, em média;

10. Manter-se atento para as novas possibilidades de uso pedagógico das novas tecnologias que surgem continuamente e tentar implementar novas metodologias em suas aulas.

Note que na lista acima não foi incluída em nenhum item a necessidade de se “possuir um computador”, porque de fato não é preciso possuir algum para ser um professor digital, ou mesmo para incluir-se digitalmente. No entanto, muitos professores que conheço possuem computadores e acesso à Internet, mas não chegam a ter nem três das dez habilidades listadas acima.

As habilidades acima envolvem o “fazer”, o agir, a inclusão efetiva do professor no mundo digital. Nenhuma oficina de capacitação ou curso de computação, por si só, traz nenhuma das habilidades acima, pois todas elas demandam o “uso regular do computador e da Internet”.

Aproveite e faça você mesmo o teste para medir o quanto você se enquadra no perfil do professor digital. Some um ponto para cada item dessa lista que se aplicar a você. Caso você some mais que cinco pontos, já pode se considerar como parte da vanguarda dos professores digitais.

(*) Para citar esse artigo (ABNT, NBR 6023):

ANTONIO, José Carlos. Você é um Professor digital?, Professor Digital, SBO, 30 jun. 2008. Disponível em: <https://professordigital.wordpress.com/2008/06/30/voce-e-um-professor-digital/>. Acesso em: [coloque aqui a data em que você acessou esse artigo, sem o colchetes].

Anúncios

Tags: , , ,

39 Respostas to “Você é um Professor digital?”

  1. Tomoko Ito Says:

    No colégio onde trabalho o livro de registro é online e muitos dos professores desenvolvem atividades em salas através de áudio, vídeo, laboratório de informática usado a internet. Mas a realidade das escolas são diferentes por isso temos que respeitar e tentar introduzir pouco a pouco. Nós como professores devemos ir em busca de um ensino melhor usando as novas tecnologias e criando aulas interessante para a educação de qualidade.

    Curtir

  2. Ariana Aparecida dos Santos Medeiros Says:

    Parabéns pelo artigo, esse tema será muito discutido ainda pelo preconceito que muitos professores ainda tem pela tecnologia dentro de sala de aula. Atribuo aulas tem apenas três anos e vejo como é difícil trabalhar com as tecnologias, as escolas não tem esse preparo todo, discutir com os colegas também é uma tarefa difícil, muitos julgam que uso do áudio e vídeo e o uso do laboratório de informatica é errado, pois os professores não quererem dar aulas. Eu me considero um professora digital, pois dessa realidade não podemos fugir essa geração é a geração digital então temos que nos adequar a isso, e sempre estou me atualizando, até porque minha matéria é História é segundo os alunos é uma matéria massante então preciso englobar a tecnologia em minhas aulas.

    Curtir

    • profjc Says:

      Olá Ariana,

      Seja persistente e não se deixe abater pelo desânimo de alguns colegas. Seus alunos vão valorizar suas inovações.

      Abraço,
      JC

      Curtir

  3. Anderson Philip Says:

    Olá, gostaria primeira mente de parabenizar pelo belo artigo.
    Também gostaria de aproveitar a oportunidade para pedir sua permissão para usar alguns pontos de ser artigo em um projeto que estamos desenvolvendo aqui na Prefeitura Municipal de João Pessoa / PB.
    Ficaria muito grato com a sua colaboração.

    Curtir

  4. Andréa Mendonça Says:

    Simmmmm! eu sou uma prof digital!!! \o/

    Curtir

  5. Luis Silva Says:

    Boa noite! Depois da leitura do texto e, com toda humildade, estou no caminho certo para ser um Professor digital. Sempre uso computador em sala de aula, proíbo meus alunos de entrar em redes sociais e quase sempre termino minhas aulas com imagens da internet. Nós também criamos um blog. Também tenho que reconhecer que sou PI de Geografia, a matéria ajuda muito. Gostaria de citar que terminei no semestre passado um curso de atualização da CECIERJ, e durante o curso tivemos muitos vídeos super interessantes que utilizo nas aulas de todas às turmas.

    Curtir

  6. “A Lousa Digital Interativa chegou! E agora?” | Caldeirão de Ideias Says:

    […] “comece pelo começo”: você já é um Professor Digital? Se não for, não tem problema, mas tenha em mente que será preciso se tornar um […]

    Curtir

  7. Projeto Muqueca Babys Blog Says:

    […] “comece pelo começo”: você já é um Professor Digital? Se não for, não tem problema, mas tenha em mente que será preciso se tornar um […]

    Curtir

  8. A Lousa Digital Interativa chegou! E agora? « Professor Digital Says:

    […] “comece pelo começo”: você já é um Professor Digital? Se não for, não tem problema, mas tenha em mente que será preciso se tornar um […]

    Curtir

  9. Marlene Somavila Says:

    Li o seu texto professor.
    Muito interessante!
    Estou buscando melhorar meu conhecimento, estou fazendo o curso “O USO DAS TIC NA ESCOLA: ENTRE LIMITES E POSSIBILIDADES NA GESTÃO ESCOLAR” e preciso fazer um Plano de Gerenciamento de utilização das TIC na minha escola.
    Um trabalho que precisamos elaborar e postar on line para ser aprovada na tarefa final. Estou buscando leituras para fazer este plano com qualidade.

    Grande abraço,
    Pedagoga Marlene.

    Curtir

    • profjc Says:

      Olá Marlene, obrigado pela visita.
      Talvez você encontre outros textos interessantes nesse blog que também possam lhe ajudar no seu trabalho. Boa sorte e bom trabalho!

      Curtir

  10. Thamyrys Andrade Vieira Says:

    Boa colocação das habilidades de um professor digital, realmente são essenciais para o desenvolvimento da educação de acordo com as tecnologias digitais.
    Um dos pontos que mais gostei, foi o que menciona que para ser um professor digital, você não precisa, necessariamente, ter um computador em casa. Portanto, o que vale é a consciência, a disponibilidade e o interesse dos professores às melhorias e aprimoramento da educação, principalmente a EaD.

    Curtir

  11. clarice Says:

    Caros,
    Achei interessante em dizer que não precisamos ter computador para ser um professor digital, é importante saber como desenvolver esta tecnologia e sempre por em prática, vivenciando situações que esta interagindo com o seu conhecimento.

    Curtir

  12. bianca Says:

    Caros,
    o professor precisa incentivar o digital nos alunos. Em escolas distantes, como as que há no Amapa, não é facil incluir digitalmente os alunos, ate porque lhes faltam as condições primarias: um computador ou lan houses com acesso mais rapido a internet. O que nao é um problema para um aluno do sul do pais é, com certeza, para alunos do norte, principalmente dos recantos mais distantes do centro.

    Curtir

  13. Kátia Elias Says:

    Adorei e após leitura posso me considerar um professor digital! Quero continuar aprendendo!!!!!!!!!!!

    Curtir

    • Hevalda Says:

      Olá, Professor Carlos! Seu artigo chegou até mim por sugestão do Coordenador do NTE da 3ª CREDE de Acaraú-CE. Sou professora regente de um dos Laboratórios de Informática Educativa da EEFM Carminha Vasconcelos, em Morrinhos-CE, e compatilho com você da ideia de que possamos, sim, usar as TIC como suporte tecno-pedagógico para que os processos ensino e aprendizagem aconteçam a contento, incluindo nossos educando no mundo digital e preparando-os para conviver nesse espaço midiático.

      Curtir

      • profjc Says:

        Olá Hevalda,

        Segue um abraço meu para esse pessoal lindo do Ceará e meus votos de que vocês consigam bons resultados no uso pedagógico das TICs aí na Carminha Vasconcelos.

        Abraço,
        JC

        Curtir

  14. Regilan Says:

    Parabéns pelo artigo!Trabalho com TI(Professor) e mantenho um Blog voltado para alunos de Informática. O endereço é: http://www.regilan.com

    Tenho tido excelentes experiências com essa plataforma.

    Saudações a todos!

    Curtir

  15. Luca Vianni Says:

    Olá, professor

    Sou aluno de EAD em Caucaia-CE – Pólo Flávio Marcílio. Estou iniciando o curso de Letras Português. Até agora, vejo tudo muito interessante e atraente – inclusive seu texto, que acabo de ler. Tive acesso a um texto que, por curiosidade, me trouxe até aqui. Como disse, li o texto e considero não apenas importante, mas principalmente necessário. Li todos os comentários e percebi a receptividade positiva para sua mensagem que também entendo como fundamental para estimular os demais profissionais da educação. Também quero afirmar que gostei bastante do que li. Continue seu projeto e, logo logo, será um ícone da educação digital por sua inestimável contribuição para todo esse processo em que estamos envolvidos e cujos frutos serão extraordinariamente bem colhidos por todos.

    Um abraço
    Luca Vianni

    Curtir

  16. Claudenir Says:

    Acredito muito na boa ultilização dos recursus tecnológicos para o crescimento e desenvolvimento dos que utilizão as ferramentas para tais fins. Já existia em mim o sonho de tornar-me um professor digital, agora com a leitura destes arquivos, fortaleceu em mim esta ansiedade para o crescimento, quero ser um dia ponto de referência para pesquisas e leituras como das quais agora participo.

    Curtir

  17. Evandro Says:

    Esse artigo realmente abriu minha mente para o o uso pedagogico do e-mail. Muito obrigado

    Curtir

  18. Uso pedagógico do giz (do giz???) « Professor Digital Says:

    […] então que você, ao invés de ser um “Professor Digital”, seja um professor “giz&tal”, aqui vão dez  dicas que podem lhe ajudar bastante a […]

    Curtir

  19. Professor Na Pauta » Blog Archive » Uso pedagógico do E-mail Says:

    […] professor que já se considere ou que esteja tentando ser um “Professor Digital” (faça o teste!) certamente pesquisa na Internet, lê jornais e revistas eletrônicas e tem sempre um assunto novo […]

    Curtir

  20. poie Alencar Says:

    Li o texto ,copiei e vou levá-lo para ser lido no horário de estudo com a coordenação.De 0 a 10, minha nota foi 6,0.O texto nos orienta a se organizar melhor,a otimizar o tempo, pois ele é corrido, para criar, refletir, temos que lidar com os contratempos que a burocracia nos impõem entre outros percalços da rotina. Estou começando a utilizar o fórum, uma das ferramentas fundamentais para tirar dúvidas, trocar figurinhas, buscar sugestões, parcerias, e claro , poder compartilhar com os professores e alunos.

    Curtir

  21. liceudecamocim Says:

    Olá professor José Carlos! É um prazer enorme ler seus textos, sou pedagoga, estou desenvolvendo minhas funções no Laboratório Escolar de Informática – LEI I do Liceu de Camocim Dep. Murilo Aguiar. Adoro trabalhar com as TIC, sou tutora de cursos em EAD, atualmente estou como facilitadora do curso Tecnologias na Educação: Ensinando e Aprendendo com as TIC.
    Ao ler as 10 habilidades que um professor pode se considerar um professor digital, você me deu uma grande idéias, irei trabalhar essa listagem com meus professores, propondo via email esse testo com eles.
    Grande abraço!! Parabéns por seu significante trabalho!
    Profª Ana Gláucia Sales Nogueira
    http://www.liceudecamocim.blogspot.com
    Camocim-CE

    Curtir

  22. Celso Says:

    Olá! Parabéns pela sua página! Descobri que sou um professor digital! Estamos utilizando desta ferramenta diariamente, apesar de que na minha infância e adolescência ela ainda não existia. Hoje tenho alunos de EAD que interagem muito mais, do que se fosse em aula presencial. E o mais legal é que, com isto, romperam-se as barreiras de idade, sexo, status social.

    Curtir

  23. Ana Maria Says:

    Ola, tudo bem! Gostaria de interagir com o pessoal da rede;

    Curtir

  24. SIMONE BARBOSA Says:

    Concordo que todos os professores já deveriam ser professores digitais,só que cada escola possui uma realidade diferente, estamos sempre esperando que a sala ambiente funcione 100%. Tenho um projeto de aprofundar nesta área, executar site com pesquisas feitas por observações dos alunos, mas ainda percebo que os alunos são receiosos, uns não gostam de ser filmados …Por enquanto faço minhas obsevações e espero realizar um blog juntamente com os alunos. Acredito que este ano se concretize. Os alunos possuem preferência pelo Orkut (contato entre amigos de forma informal ).

    Curtir

  25. Joselma Rosa Says:

    Muito interessante o texto. Acredito que “ser um professor digital” é um dos maiores desafios para os educadores atualmente. Permita-me discordar em parte da sua afirmativa “nenhuma oficina de capacitação ou curso de computação, por si só, traz nenhuma das habilidades acima, pois todas elas demandam o “uso regular do computador e da Internet”. Talvez essas habilidades não sejam realmente desevolvidas nessas situações, no entanto, entendo que para adquiri-las faz-se necessário saber “como fazer”. Poranto, ainda acredito que a palavra-chave para isso é a formação continuada dos professores com o objetivo de incluir as tecnologias como ferramentas pedagógicas, como meio de interação entre professores e entre estes e seus alunos, dentre outros. Mas a gente chega lá! Um abração.

    Curtir

  26. Maria do Carmo Bigolin Says:

    olá professor José Carlos – Colega ( se me permite):
    Sou professora há muitos anos ( como mulher não posso dizer a quantos pois vais descobrir que não sou nenhuma menininha ( em idade)). Sou uma das coordenadoras do laboratório de Informática e uma das que mais suas ferramentas, faz cursos no NTE e inclusive estou concluindo minha especialização em informática educativa. Pelo teu teste sou uma prof. digital, adorei o teste. Teu blog também. Leio também tuas ricas contribuições no grupo blogs_educativos do qual tbem faço parte.
    Parabéns pelo teu trabalho.

    Curtir

  27. Ana Paula Says:

    Professor José Carlos,
    Sou professora de informática e fiquei com medo de não passar no teste. Por incrível que pareça respondi 3 não, mas já estou correndo atrás do projuíso.
    Confesso que ando numa crise existêncial! Ando insatisfeita com minhas aulas e principalmente com os recursos que tenho utilizado.
    Sou professora do 1º a 9º ano e atualmente 95% das minhas aulas são com base no Office. Tenho acompanhado vários blogs e estou cheia de ideias. Não depende só de mim, e sim dos demais professores, da coordenação, enfim, da escola toda.
    Espero aprender cada vez mais com as TIC’s na educação.

    Curtir

  28. Martha Cristina da Silva Says:

    Professor José Carlos,

    Ainda não sou uma professora digital, mas eu estou esforçando para trabalhar com essa nova mas já velha ferramenta que temos ao nosso alcance, computadores, internet, todo o conselho e as trocas de experiências são bem vindas. Obrigada,
    Martha

    Curtir

  29. Neide Aires Says:

    Professor José carlos,
    Nesse momento…está sendo muito oportuno ler suas contribuições sobre a importância de sermos um professor digital,nem fiz o teste, mas reconheço que estou a caminho no exercícios de alguma algumas habilidades, uma delas é apropriar dos mecanismos que processa a dinâmica do blog para aluno, considerando ser uma atividade que vai despertar interesse deles para pesquisar e publicar seus trabalhos.
    Um abaraço

    Curtir

  30. Jorge Miguel Bagolin Says:

    Olá. Professor José Carlos. Achei muito interessante o artigo sobre professor digital. Como bem você disse, a escola está sempre “correndo atrás”. As mudanças ocorrem muito mais rapidamente e nem chegam a ser assimiladas pelas escolas. Um exemplo claro é citado no artigo, onde nem todas as escolas ainda chegaram a ser equipadas com computadores e os mesmos já estão ultrapassados, necessitando serem substituidos.
    A questão é realmente muito complexa no que diz respeito a capacitação dos professores, da necessidade de estarmos constantemente nos atualizando. Considero esse forum muito importante para esclarecer sobre esse assunto.
    Um abraço

    Curtir

  31. Andrea Barreto M. da Poça Says:

    Boa Noite, José Carlos ! Acabei de entrar em casa após ter lhe assistido no encontro da Jornada de Informática, promovida pela Secretaria Municipal de Educação da cidade do Rio de Janeiro. Primeiro, quero lhe dar os parabéns e lhe agradecer pelas palavras que ouvi hoje. Saber que apesar de tudo, ainda há gente que sabe o quanto o Professor luta e o quanto a gente faz sem muito apoio.. .é muito bom!

    Depois queria lhe dizer que fiz o teste, muito calada, mas fiz. E fiz os 10 pontos! Ufa … rsrsrsrsrs Sou Professora digital. E por último quero lhe falar que mantenho Blogs educativos : um da minha escola : (www.escolacomunidade.wordpress.com) e outros de Ciências ( um para aluno – DICAS DE CIÊNCIAS- e outro para professores. Se puder visitar e falar o que achou , será uma enorme honra ! Abraços

    Curtir

  32. nelmadeise Says:

    Olá,
    Muito obrigada pela palavras que abriram questionamentos e estes abrirão portas e janelas para uma melhoria significativa na minha prática pedagógica virtual. Questionamentos assim e posturas positivas com identificação de problemas, discussões da problemática e -principalmente- sugestões, nortes pedagógicos, que permitem novos passos na educação diária.
    Continue ensinando a aprender a ensinar. É possível!

    Curtir

  33. fernando carvalho Says:

    Grande, JC.
    Para você ter uma idéia da importância da internet. Acabo de folhear um livro de Bioquímica no qual o autor reconhece que os conhecimentos avançam muito rapidamente e pede aos alunos que acessem o site American Scientific ou o PubMed. É mole?

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: