Posts Tagged ‘antivírus’

Segurança em computadores e na Internet – II

05/04/2009

"Eletronic mail", o correio eletrônico via Internet

“Eletronic mail”, o correio eletrônico via Internet

Já falei um pouco (pouco mesmo!) sobre segurança em computadores e sobre o perigo da disseminação de novos vírus via pendrive. Agora é hora de falar um pouco sobre o uso do e-mail.

O e-mail é uma das ferramentas mais úteis que podemos usufruir com a Internet. Comunicações que antes exigiam o uso de correios (nossa, você se lembra das cartas?!) agora podem ser feitas quase que instantaneamente via e-mail. Com o e-mail você pode receber e enviar textos, fotografias, mensagens sonoras, vídeos e, claro, vírus, spams e golpes!

Vírus

AntivirusO antivírus pode ser um excelente aliado para prevenir que você receba e envie vírus por e-mail, mas ele não pode lhe ajudar a se prevenir de outras pragas que infestam a Internet: os golpes por e-mail e os spams. E, infelizmente, também não pode impedir que aquele seu amigo ou amiga virtual lhe envie dezenas de arquivos do tipo “ppt”, todos com dezenas de megabytes, só porque ele/ela achou que era “bonitinho”. Enfim, amigos são para essas coisas, né?

Mantenha seu antivírus configurado para analisar todos os e-mails recebidos e para analisar os anexos que vêm com os e-mails. Se você não tiver um antivírus, leia o artigo anterior sobre esse mesmo tema.

Spam

AntispamAlém de vírus, golpes e aqueles malditos ppts gigantes dos amigos, o e-mail também traz o terrível “spam”, aquelas mensagens indesejáveis, geralmente de propaganda, que lhe oferecem todo tipo de porcaria que você não quer.

Um bom programa de e-mail, ou um bom provedor de e-mail, podem lhe ajudar bastante a evitar o recebimento desses spams. O Gmail (do Google) é um excelente provedor gratuito de e-mails e filtra a maioria dos spams. O Thunderbird, um programa para receber e ler e-mails no seu computador, também oferece um bom filtro de spams e é gratuito.

Alguns antivírus também oferecem serviços de filtragem de spams. Se o seu antivírus for um desses, habilite a opção de filtragem de spams nele.

Golpes

Golpes

Uma modalidade de uso perverso do e-mail consiste em aplicar golpes dos mais variados por meio de propostas aparentemente muito vantajosas, ou levando o usuário a instalar programas espiões, vírus e  malwares no seu computador.

Acione o seu “desconfiômetro” para “perigo iminente” sempre que receber por e-mail qualquer proposta muito vantajosa, curiosa ou escandalosa.

Para se proteger dos golpes aplicados por e-mail, aqui vai uma meia dúzia de regrinhas básicas e muito úteis:

  1. Nunca clique em links contidos em um e-mail, e desconfie mesmo quando o remetente é conhecido seu. Muitos vírus enviam e-mails em nome dos seus amigos quando o computador deles está infectado, e nem sempre há como saber se o e-mail foi enviado pelo seu amigo ou pelo vírus que ele está cultivando no computador  dele, mesmo sem saber;
  2. Se receber um e-mail com algum arquivo anexado de um remetende desconhecido, apague-o sem abrir. Mesmo se o arquivo vier de um conhecido seu, cuidado! Configure seu anti-vírus para analisar todos os arquivos recebidos e nunca abra o arquivo sem antes passar o antivírus nele;
  3. Se o arquivo for executável (com extensão “exe”, “bat”, “com”, “src”, “vbp”, dentre outras extensões), NÃO ABRA se não tiver absoluta certeza sobre quem é o remetente e sobre o que o arquivo faz. Ao “abrir” um arquivo executável você está autorizando o computador a fazer absolutamente tudo o que o arquivo (programa) quiser fazer; isso vai desde mostrar uma imagem ou tocar uma música, até  a apagar seu HD todinho;
  4. Desconfie de qualquer e-mail que trate de assuntos tais como: “problemas com seu CPF“, “cadastro no SPC/SERASA“, “protesto no cartório“, “dívida de cartão de crédito“, “recadastramento do banco” ou qualquer outro assunto que “pareça ser do seu interesse”. Nenhuma dessas agências, órgãos e empresas tratam desses assuntos por e-mail;
  5. E-mails com títulos “estranhos”, como: “amo você“, “veja minha foto“, “prêmio da loteria“, “promoção relâmpago“, etc., e com assuntos que fazem você pensar que “ganhou na sorte grande”, geralmente são golpes e trazem links para páginas suspeitas ou ofertas aparentemente muito vantajosas que não passam de “conto-do-vigário”;
  6. Nunca tente acessar bancos, empresas de cartões de crédito ou qualquer outro serviço da Internet que envolva login, senhas e palavras-chaves a partir de links contidos em e-mails; acesse sempre diretamente pelo site do banco, cartão ou serviço desejado.

Amigos chatos

Lindo!!!Para esse caso não tem solução. Delete os ppts sem ler ou bloqueie o amigo no seu programa de e-mails.

Alternativamente, mande o ppt de volta duas vezes com a mensagem: “gostei tanto que estou devolvendo em dobro!”. 🙂

(*) Para citar esse artigo (ABNT, NBR 6023):

ANTONIO, José Carlos. Segurança em computadores e na Internet – II, Professor Digital, SBO, 05 abril 2009. Disponível em: <https://professordigital.wordpress.com/2009/04/05/seguranca-em-computadores-e-na-internet-ii/>. Acesso em: [coloque aqui a data em que você acessou esse artigo, sem o colchetes].

Anúncios

Segurança em computadores e na Internet

04/03/2009

Proteja seu computador

Proteja seu computador

Esse é um tema muito amplo e talvez eu volte a falar dele futuramente, abordando então alguns aspectos mais ligados à educação. No entanto, como o uso dos computadores e da Internet por professores, alunos ou qualquer pessoa, demanda noções básicas de segurança, acho que falar um pouco sobre isso poderá ser útil.

Quem já utiliza os computadores e a Internet há um bom tempo provavelmente já ouviu muitas vezes sobre alguns cuidados básicos que se deve ter ao fazer uso dessas novas tecnologias. Quem está chegando agora também já deve ter ouvido bastante sobre esse assunto, mas talvez ainda não tenha “vivenciado” muitos dos problemas potenciais e que quase todos os que já utilizam os computadores já tiveram a infeliz oportunidade de vivenciar como reais um dia.

Começemos então pela segurança do seu próprio computador.

Todo computador é vulnerável. Uns são mais que outros. Um kit básico de segurança para manter seu computador correndo poucos riscos deve conter:

  1. Um antivírus instalado, atualizado diariamente, e funcionando continuamente. Eu uso o Avast!, mas também há vários outros gratuitos e muito bons.
    • O antivírus é um programa que verifica qualquer arquivo no seu computador para checar se ele contém ou não um vírus e para permitir que os vírus encontrados sejam destruídos.
    • Um vírus é um programa de computador que faz cópias de si mesmo e que pode danificar seu computador ou os dados contidos nele.
  2. Um firewall. O windows costuma vir com um firewall, mas se você tiver um bom anti-vírus ele provavelmente também terá um firewall como parte dele. Use ambos, o do antivírus e o do windows.
    • Um firewall é um programa que impede que outros computadores se conectem ao seu sem que você permita, ou que impede que programas mal intencionados enviem informações suas para a Internet sem o seu consentimento.
  3. Um antispyware. Eu uso o SpyBot e o Ad-Aware simultaneamente.
    • Um antispyware é um programa que evita que programas espiões se instalem no seu computador e roubem suas informações. Ele também pode localizar spywares já instalados e destrui-los.
  4. Um bom navegador com as opções de segurança colocadas em “nível alto”. Eu uso vários navegadores mas acho que o Firefox é excelente no quesito segurança.
    • Um navegador seguro é aquele que lhe permite navegar pela Internet sem que sites maliciosos consigam coletar seus dados, instalar spywares ou outros programas indesejáveis e potencialmente danosos no seu computador.

Mas “só tudo isso” ainda é muito pouco. É preciso que você mesmo adquira uma “cultura de uso seguro”, principalmente se você usa seu pendrive em outros computadores e se acessa a internet regularmente.

Virus, spywares (espiões), trojans (cavalos de tróia), worms (vermes) e outras pragas digitais que podem empestiar seu computador, roubar suas senhas bancárias, tornar seu computador um escravo de outro computador ou simplesmente danificar seus dados e o próprio computador, são pragas extremamente comuns hoje em dia.

Por fim, é preciso investir algum tempo aprendendo um pouco mais sobre segurança em computadores e na Internet e para isso nada melhor do que uma simples pesquisa no Google usando essa mesma frase. O tempo investido no aprendizado sobre como se proteger de ameaças digitais, ainda que seja um aprendizado bastante superficial, é muito menor do que o tempo que você gastará para “desinfectar” seu computador, recuperar seus dados ou seu dinheiro perdido. Invista em segurança! É mais barato do que custear reparos.

Em posts futuros voltarei ao tema tratando da segurança no uso do e-mail, na navegação pela Internet e no uso de computadores públicos, como os das Salas de Informática das escolas ou os computadores das Lan-Houses. Outro tema importante, mas dessa vez ligado mais diretamente à Educação, diz respeito sobre como “proteger o aluno” dos perigos da Internet e do mau uso dos computadores em geral.

(*) Para citar esse artigo (ABNT, NBR 6023):

ANTONIO, José Carlos. Segurança em computadores e na Internet, Professor Digital, SBO, 04 mar. 2009. Disponível em: <https://professordigital.wordpress.com/2009/03/04/seguranca-em-computadores-e-na-internet/>. Acesso em: [coloque aqui a data em que você acessou esse artigo, sem o colchetes].


%d blogueiros gostam disto: